Párocos

Padre João Machado Evangelho

Nasceu no Rio de Janeiro no dia 16 de setembro de 1947 dentro de casa, no bairro da Estação de São Francisco Xavier, entre Mangueira e o Rocha. Filho de João Machado Evangelho e Adelaide de Jesus Garcia, portugueses nascidos na Ilha TerceiraAçores na Aldeia de Santo Amaro. Casaramse no dia 22 de setembro de 1946 (Dia de São Mateus). Seu pai morreu de tifo em 1947, 22 dias após seu nascimento.

Até entrar no Seminário Arquidiocesano de São José no Rio de janeiro no dia 8 de setembro de 1962, pertencia à Paroquia Nossa Senhora da Luz, na rua Ana Neri, bairro do Rocha. Foi batizado em 1947 na Igreja de São Januário, em São Cristóvão; portanto, vascaíno desde o batismo.

Recebeu a primeira comunhão no Colégio da Imaculada Conceição, das Religiosas Concepcionistas do Ensino, e o Sacramento do Crisma na Igreja Abacial do Mosteiro de São Bento, do magnífico Abade Dom Martinho Michler, OSB.

Foi ordenado diácono no dia 6 junho de 1976 na Igreja matriz de São João Batista em Macuco. Recebeu das mãos santas de Dom José Carlos Clemente Isnard, OSB, a ordenação sacerdotal-presbiteral no dia 25 de setembro de 1976 na Igreja Abacial do Mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro.

Sua primeira missa foi no dia 26 de setembro de 1976 às 18hs na Matriz de São João Batista em Macuco, com a presença de Dom Clemente Isnard OSB, Pe. Francisco Perez Blasco, Pe. Enrique Pujol e Pe. Luiz Pedrosa.

Trabalhou como Administrador Paroquial em Macuco e por quase dois anos acumulando a Paroquia de Valão do Barro. Em 2 de fevereiro de 1979 chegou a Rio das Ostras e no dia 18 de fevereiro de 1979, Dom Clemente, na missa de domingo às 9hs, erigiu a Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Rio das Ostras e o empossou como o seu primeiro pastor. Permaneceu na Paróquia até dia 26 de fevereiro de 1998, quando acumulou o cargo de Reitor de Estudos e Reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora Rosa Mística. Ficou nestes dois ofícios até 2001, quando assumiu, simultaneamente, o Seminário e a Paroquia de Santa Teresinha, em Conselheiro Paulino, Nova Friburgo, permanecendo até 22 de dezembro de 2004.

De volta ao Vicariato Litoral, de 2005 a 2007, auxiliou as comunidades Santa Cruz e São Benedito, da paróquia Nossa Senhora da Glória, em Macaé. De 2007 a 2015 auxiliou o Pe. Alexandre José Albuquerque, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Rio das Ostras, sendo seu vigário paroquial de 2011 a 2015, quando foi nomeado administrador paroquial, em 12 de dezembro, da Paróquia São Paulo Apóstolo, em Macaé, onde permaneceu até 6 de agosto de 2020 quando foi nomeado Pároco da Paróquia São João Batista, Catedral da Diocese de Nova Friburgo.

Transferido no dia 13 de abril de 2021, tomou posse no dia 7 de maio de 2021 como Pároco da querida Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Rio das Ostras-RJ. Em sua vida acadêmica, no dia 29 de setembro de 1984 defendeu a tese de Mestrado na PUC-Rio em Teologia Sistemática em Eclesiologia. Tem diversos livros publicados e é membro da Academia Friburguense de Letras.

Foi Secretário de Educação do Município de Rio das Ostras de 1997 a 1998. E trabalhou na Fundação Rio das Ostras de Cultura de 2005 a 2015. Além disso é professor aposentado, tendo lecionado nos colégios São Paulo, Santo Inácio, Companhia de Maria, Marista de São José, na cidade do Rio de Janeiro, bem como na Faculdade Salesiana em Macaé.

Diácono Elias Olímpio Savino

Nasceu em Jundiaí/SP no dia 20 de agosto de 1961. Filho de Silvio Savino Filho (in memorian) e Maria Dionisia Andrade Savino.

Começou os estudos com os Salesianos, em Santa Rosa, Niterói – RJ. Vindo para Macaé – RJ, concluiu a Teologia no Instituto Bíblico Pastoral Redenptoris Mater.

Foi ordenado Diácono permanente na Diocese de Nova Friburgo em 08/12/2013. É casado com Eliane Pinto Soares Savino, e tem quatro filhas, Luana, Livia, Larissa e Leticia